Seja Bem Vindo ao Estudo do Magnetismo

Você que acompanha nosso Blog e gosta das matérias aqui postadas, seja um seguidor cadastro esta ao lado da matéria, no ícone "Participar deste site". Grato! a todos.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Doação de fluido na hora do Tato-magnético.



Certamente algum novato no Magnetismo irá Perguntar: “E como vou saber se estou doando algum fluido ou não nessa hora?”
Aqui temos duas angulações da questão.
A primeira é: o passista reconhece-se quando está usinando. Nesse caso, ele perceberá que suas usinas (centros vitais) entram em usinagem na hora em que o tato-magnético se inicia. Percebendo isso deve afastar-se momentaneamente do paciente e sair do “circuito fluídico ou da relação magnética” estabelecida com ele ou, o que também tem sido muito efetivo, pode fazer breves exercícios de respiração diafragmática e tudo tenderá a se resolver. Se, apesar dessas providências, continuar sentindo a usinagem e sua respectiva doação- involuntária, bem se vê,- faça dispersivos localizados e realinhe o paciente.
O outro ângulo é quando o passista que não se sente nem se reconhece usinando e, ainda assim, usina e doa nessas horas – constatado pelas reações do paciente no empós (após), o que, naturalmente, pede cuidado bem maior. E embora teoricamente seja fácil deduzir isso, na prática a observação é mais complexa, pois o paciente depressivo, notadamente os mergulhados em estado mais graves, não costumam dar sinais muito claros do que se passa em seu mundo. Vê-se, portanto, como é importante o desenvolvimento e a educação aprimorada do tato-magnético, especialmente para quem deseja tratar de casos de depressão via magnetismo.
No caso específico de pacientes em TDM. vale salientar que o “vazamento” de fluidos – da parte do magnetizador – por ocasião do tato-magnético pode gerar, nesses pacientes, perturbações mais acentuadas do que em portadores de outros males, o que é justificado pela pouca ou má filtragem que os mesmos estão vivenciando.
Trecho do  livro “A cura da Depressão pelo Magnetismo” (Cap. Roteiro Utilizado nos Tratamentos de Depressão por Magnetismo – TDM  - Técnicas e padrões)  do escritor Jacob Melo.
Postar um comentário