Seja Bem Vindo ao Estudo do Magnetismo

Você que acompanha nosso Blog e gosta das matérias aqui postadas, seja um seguidor cadastro esta ao lado da matéria, no ícone "Participar deste site". Grato! a todos.

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

O Fluido Vital e o Duplo Etérico

O Fluido Vital e o Duplo Etérico
Perguntas e respostas Entrevista com dr. Ricardo D Bernardi
Por Paulo P. L

O fluido vital forma uma estrutura especial em nós?
Ele forma um “corpo”, de certa forma, sim. Constitui o chamado corpo vital, também conhecido como corpo etérico.
São sinônimos ? Há outros sinônimos equivalentes ?
Sim. Ei-los: Duplo Etérico, Corpo Vital (Kardec), Corpo Prânico, Veículo do Prana, Corpo Bioplásmico, Corpo Biocósmico, Corpo Energético, Primeiro corpo de Energia, Corpo Diáfano, Corpo Efêmero, Veiculo da Vitalidade, Corpo da Vitalidade, Casca Luminosa, Reflexo do Corpo Físico, Aerossomai, Armadura Energética, Contra-corpo, Cópia Vital Humana, Corpo Aiterico, Corpo Bardo (tibetanos), Corpo Lepto-Hilico, Corpo Leptomerico, Corpo Ódico, Corpo Unificador, D Jan, Kosha, Reboque Energético, Umbra, Veiculo Semi-Físico, Véu do Corpo Humano, Véu Etérico, Ponte Corpo Humano-Psicossoma, Pranamaya-Kosha.
Corpo etérico... é o mesmo que perispírito, corpo astral ou psicossoma ?
O corpo etérico ou corpo vital é que  liga o corpo físico ao perispírito. É uma estrutura ou “corpo” intermediário entre o corpo material e o perispírito .
Fluido vital é o mesmo que bioenergia?
Sim.
Então o corpo etérico ou corpo vital tem importância nas terapias energéticas?
Sim. É o fluido vital ou bioenergia que é mobilizado nestas terapias energéticas.
Poderia nos dar uma definição melhor de corpo etérico ou duplo etérico?
O duplo etérico é um invólucro energético, vibratório, luminoso, vaporoso e provisório, que coexiste estruturalmente com o corpo físico e o envolve. Está ligado à doação ou exteriorização de energias, pois, no duplo etérico é que se situam os chacras.
Qual a situação anatômica?
É o agente intermediário entre o corpo físico e o perispírito (corpo astral).
Este corpo etérico é então composto de energia ou fluido vital, certo?
É constituído por fluido vital (Energia Vital ou Prana), daí a denominação corpo vital.
Este fluido é originado do Fluido Cósmico Universal. Absorvido pelas moléculas orgânicas confere o atributo da vida.
O corpo etérico faz a ligação entre perispírito e corpo físico. No entanto, ele sai dos
limites do corpo material ?
Os limites do corpo humano são ultrapassados em cerca de 1 cm pelo corpo etérico.
Qual é a consistência deste corpo etérico?
Textura típica dos elementos fluídicos, mais densa nos indivíduos primitivos e mais sutil e delicada nos seres humanos espiritualmente evoluídos.
Qual a forma deste corpo etérico?
Humanóide, com grande elasticidade. Lembra o “Gasparzinho” ou um fantasminha.
Uma massa de fluido vital que toma a forma do corpo, mas enquanto ocupa este espaço. Quando desencarnamos, esta massa de fluidos volta (quase toda) para o fluido cósmico universal.
Teria cor?
Branca (nos espíritos encarnados mais sutis) ou acinzentado, nos menos evoluídos.
Diz-se corpo etérico, mas teria órgãos como há no perispírito ?
Não possui órgãos como o corpo astral. Possui regiões denominadas chacras, que captam energia cósmica distribuindo-as para o corpo físico (rebaixamento vibratório) e para o perispírito (ou corpo astral).
Os chacras são interligados por nádis ou meridianos que permitem circular as energias.
Afinal, os chacras estão no perispírito ou no corpo etérico ?
Ficam no perispírito também (centros de força), e cada um deles se apresenta igualmente no corpo etérico. São cópias.
No mundo extrafísico ou colônias espirituais, também há mediunidade e inclusive realizam sessões mediúnicas. Daí a necessidade (há outros motivos) da existência destes centros de força no corpo dos espíritos.
Explique: qual é a função principal ou a função básica do duplo etérico ?
Função básica: o corpo etérico é o veículo e a reserva da nossa energia vital, absorve o fluido vital e o distribui pelo corpo humano além de o transformar em fluidos sutis, enviando-os ao corpo astral (perispírito).
Função 2 – produção de ectoplasma: o corpo etérico é o principal responsável pela elaboração do ectoplasma, portanto, participa diretamente na mediunidade de efeitos físicos e materialização dos espíritos.
Função 3 – exteriorização de energias nos processos de irradiação, passes magnéticos e similares. Há projeção de energia vital do corpo etérico em direção ao paciente, magos, médiuns, paranormais, feiticeiros etc. Usam (conscientemente ou não), a projeção do seu corpo etérico com finalidade terapêutica ou criminosa.
Função 4 – programação do tempo de vida: o duplo etérico traz, em si, a programação do tempo de vida física do indivíduo; o duplo etérico possui um “quantum” de energia vital.
Função 5 – fixação do corpo astral ao corpo físico.
Função 6 – vitalização das formas pensamento: a mente cria formas de pensamento que se mantém pelo fluido vital que doamos e alimenta as formas-pensamento. Dá vida temporária a estados formas. Veja o nome: fluido vital... Formas-pensamentos são emanações mentais nossas ou de desencarnados que são vivificadas por massas de fluido vital. Também conhecidas como “Cascões Astrais” na Teosofia. Por serem vitalizadas mantêm-se com vida vegetativa temporária.
As formas-pensamento ou criações ideoplásticas são formas criadas pelo pensamento (corpo mental) que existem transitoriamente e que são vitalizadas  (alimentadas com fluido vital) provindas do corpo etérico.
Em nosso grupo mediúnico, os médiuns desdobrados (projetados) vêem muito isto.
O corpo etérico tem lucidez? Expressa-se com pensamentos ou algo assim?
Não. O corpo etérico não é veículo da consciência. Não possui “órgãos” como o peris-pírito (corpo astral) que tem um cérebro (paracérebro). O corpo etérico não atua como veículo separado, individual, para manifestação da consciência, nem está apto para captar informações por não ter paracérebro, ao contrário do corpo astral (perispírito).
 O corpo etérico, sendo composto de fluido vital, se desgasta? Repõem-se este fluido vital? Como?
Sim, há um desgaste natural durante a vida, no entanto, há reposição deste fluido, chamado também de energia vital, prana ou bioenergia.
Formas de reposição:
a) Respiração, em especial pela respiração com mentalização ou respiração prânica, que é um técnica de absorção desta energia vital do cosmos.
b) Reposição pela alimentação. Ao se ingerir alimento orgânico, sempre se absorve energia vital. Se você come uma maçã, está ingerindo energia vital além da composição química que compõe a maçã.
c) Pode-se repor este fluido vital quando se recebe passe ou irradiação.
d) Absorção pelo chacra esplênico, neste caso se absolve diretamente da massa de fluidos do universo.
Há desgastes precoces deste fluido vital?
Sim! Os vícios podem levar a desgastes mais rápidos da bioenergia. A obsessão espiritual ou vampirização energética por espíritos desequilibrados, as doenças e o suicídio, que seria o exemplo maior deste desgaste súbito.
O suicida sofre, moralmente, por transgredir a Lei de Deus?
Sim, mas analisemos também sob o ponto de vista científico: não havendo o esgotamento dos órgãos, há retenção de fluido vital nestes órgãos e o perispírito pode permanecer ligado ao cadáver pelo duplo etérico.
Como se forma o corpo etérico em nós, ou seja, seria desde o início da encarnação? De onde vem "a matéria-prima"?
Desde o início da encarnação, o fluido vital do óvulo já fixa as energias perispirituais do reencarnante.
Na fecundação, milhões de espermatozóides excedentes (não fecundantes) fornecem a energia vital excedente para a constituição inicial do corpo etérico, o qual fixará o corpo astral ao embrião.
Como entender a questão morte e fluido vital?
Com as enfermidades e o falecimento dos órgãos, não há mais fixação do fluido vital.
O desprendimento progressivo do mesmo determina a morte, ou seja, o desligamento do corpo astral do corpo físico.
Quantos seriam os chacras no corpo astral ou corpo etérico ?
São vários. Sete ou oito principais (depende do sistema de análise), dezenas de outros menores e milhares muito pequenos, formando os pontos de acupuntura.
Centros de força, de André Luiz, são os mesmos chacras?
Sim, e vale acrescentar que se relacionam entre si e se correspondem em seus diferentes corpos (corpo astral, etérico e físico, através dos plexos nervosos).
Você pesquisou algum tempo com fotos Kirlian e parece-me que em um congresso demonstrou que as fotos antes e depois da sessão mediúnica têm alterações importantes. É fato ?
Sim. As fotos, após a sessão mediúnica demonstram ganho de energia significativo.
Após duas horas de doação energética, as fotos crescem seu campo energético.
Mas se houve doação, como aumentaram?
É dando que se recebe... Lembra?
Ao se receber um passe, se recebe fluido vital, correto? Se é assim, como esta energia entra e como vai para o perispírito e corpo físico?
Considero que a energia vital doada (passe) é captada pelo corpo etérico, sofre uma aceleração vibratória e "sobe" ao corpo astral (perispírito), bem como sofre um rebaixamento ou desaceleração vibratória e "desce" para o corpo físico. Em resumo, entra pelo corpo etérico (vital) e vai para o perispírito e corpo físico.
Quando vai em direção ao perispírito, vai pelos chacras?
Sim.
Ao invés de doação, existe o roubo de energia vital por espíritos vampiros. Poderia explicar como isto ocorre?
São espíritos ditos endoparasitas, isto é, que se fixam “dentro” (endo) do obsedado no seu chacra esplênico, sugando o fluido vital. São os "vampiros ".
Quando alguém doa energia vital, no passe, por exemplo, após o trabalho sente-se fraco, inclusive por amor chega a chorar de emoção no passe, de compaixão do paciente. Como se explica que saiu fraco ?
Ao se envolver emocionalmente, pela compaixão, chegando a chorar, mobiliza o chacra gástrico ao invés do cardíaco. No cardíaco nos relacionamos com o amor, no gástrico com a paixão, o sentimentalismo.
Isto é ruim, não é evolução. Já pensou se os grandes cirurgiões chorassem na cirurgia?
Uma amiga do meu filho, ao voltar da praia, onde fez topless, voltou com dor de cabeça. Disseram-me que seria por captação de energias vitais, concorda com isto ?
Explicando: a garota, sem a parte superior do biquíni, ficou durante horas recebendo a carga energética dos rapazes sobre seu chacra genésico. As energias ascendiam pelos nádis (canais de energia entre os chacras), isto porque ela não sintonizava com as energias agressivas dos rapazes. Esta energia doada por eles ascendia ou subia até o chacra coronário (no topo da cabeça) para ser transformada ou sublimada. O acúmulo desta energia (horas) gerou dor de cabeça. Não esqueça que pode ser só um resfriado ... ou outra causa mais natural.
A obsessão de espíritos sobre a parte sexual pode sugar fluido vital? O que causaria?
Sim, pode sugar fluido vital pelo chacra genésico. Pode causar frigidez ou exacerbação sexual, ou ainda desvio dos padrões de forma muito acentuada, pelas características dos obsessores.
A desarmonia da energia vital ou fluido vital provoca em nós doenças, certo? Como isto ocorre?

Se o espírito pensa mal, reflete na freqüência da energia vital, pelo perispírito. O corpo físico reage se fragilizando e tornando-se suscetível às doenças.
Postar um comentário